O golpe – capítulo II

         Capitulo II …

Micheli, nem acredita quando vê o resultado, é o nome de Elisa que está no papel, ela diz para o detetive que era impossível ter sido ela um dos sequestradores. Tom comenta se elas nunca tiveram um desentendimento e Michele responde que não. Tudo fica silencioso, então Tom diz que é melhor esperar para entrega o dinheiro, pois ele iria pensar e juntar as pistas e fatos. Micheli dá a ideia para ele ir até a delegacia e ver o que consegue.  

Nisso Thomas fugia pela floresta e claro a 008 na sua cola, depois de muito tempo correndo, ele encontra uma cabana abandonada e resolve se esconder por ali. Não muito distante dali 008 vinha em sua procura, mas ela sabia uma coisa que Thomas havia de descobrir logo, após uns 5 minutos Thomas escuta uns passos perto dali, e se vira para procurar algo para se defender e vê uma espingarda com 10 tiros, quando Thomas resolve olhar pela janela ele vê a 008 sem pensar muito ele resolve fugir pela porta dos fundos, sai correndo pela floresta, mas por sua falta de sorte a mulher que o persegue vê e vai à sua procura. Depois de correr por um bom tempo ele tromba com uma moça jovem, mas como está sendo perseguido, ele pega a jovem pelo braço e manda ela correr, a jovem pergunta a ele porque eles estão correndo, ele conta que uma pessoa vai matá-lo se o pegar, a jovem tem a ideia de ajuda-lo e diz para ele a seguir, depois de muito correr a jovem e Thomas chegam a um chalé subterrâneo. 

Lá Thomas pergunta seu nome e ela responde Thaís ele se apresenta a ela, Thaís pergunta se Thomas quer chá, ele responde que sim e ela começa a preparar.

Thaís diz que precisam tomar o chá logo, recolher alguns pertences e sair o quanto antes pois logo chegaram até eles. 

Tom já estava a caminho da delegacia, ao chegar lá, ele procurou a policial Maya, que deu nova informações que ele anotou e ao sair da delegacia Tom ligou para Micheli pedindo a ela que fosse a seu escritório, eles marcam dali 20 minutos. E quando Tom chegou Micheli já estava lá. Tom fala que acharam pistas chave do sequestro, e me falaram que a van do sequestro tinha GPS e que eles conseguiram as últimas rotas que eles fizeram utilizando o aparelho. Micheli fica animada, mas que pelo jeito não forneceram as informações para ele, Tom fala que eles estavam de bom humor e lhe forneceram as rotas e que ele iria analisar as rotas, fazer suposições e torcer para que eles tenham passado por algum comércio com câmera. Micheli comenta que eles tinham muito trabalho pela frente, Tom fala que precisa da ajuda dela e começa a explicar que era para ela ligar para Elisa marcar algo e durante a conversa ela teria de introduzir o assunto do sequestro, porém ela estaria com um gravador, pois se Elisa falasse algo comprometedor eles teriam provas contra ela, Micheli concorda. 

     Thomas e Thaís fogem na floresta, com alguns mantimentos e armas, Thomas curioso pergunta para onde eles estavam indo, Thaís comenta que ele era muito curioso e que veria quando chegassem. Depois de muito tempo revezando a corrida e caminhada chegam a uma estrada, Thomas fala que agora é só pegarem uma carona até a cidade e ligar para a esposa ir busca-lo, Thaís comenta até parece que aquela mulher não vai pensar que seguimos a pista ou pegamos uma carona até a cidade, vamos atravessar a pista e entrar na floresta novamente e seguimos até a cidade pelo caminho que conheço, lá você chama sua esposa, polícia ou alguém para te buscar, mas até alguém vir te buscar, ficarei com você. Agora chega de papo e vamos, pois, ela não deve estar muito longe daqui. Não muito tempo depois a 008 chega até a beira da pista, pega seu celular e liga para o sequestrador e lhe avisa que Thomas fugiu e que pelo caminho achou uma jovem que lhe ajudou, mas que ela estava à beira da pista e que provavelmente eles teriam seguido para a cidade e que ela pegaria um carro e iria para lá. Ao desligar o celular um carro passa, ela atira no vidro e o motorista para, então, a 008 manda ele sair entra no carro e segue pela estrada rápido. A poucos metros dali o carro passa por Thaís e Tomas que estavam dentro da mata, Thaís fala para Thomas que era melhor não irem para a cidade mais próxima, pois seria mais provável que ela iria para lá, então iriam para a cidade um pouco mais longe, Thomas concorda, então eles mudam o caminho e vão para outra cidade. 

       Tom já tinha uma ideia de para onde aquelas rotas iriam leva-los, então ligou para Micheli pedindo que fosse novamente até seu escritório. Após uns minutos Micheli chega ao escritório de Tom e pergunta para que ele chamou ela, Tom fala que ele conseguiu verificar as rotas e que agora ela deveria entrar em ação, ele pediu a ela que ligasse para Elisa. Micheli o atende imediatamente e marca um jantar entre as duas. Enquanto se arruma par o jantar Micheli coloca um gravador em sua roupa. 

     Enquanto isso a misteriosa 008 resolve ligar para seu comparsa, durante a ligação ela fala que houve um imprevisto e que teria de largar a busca, mas que mandaria os capangas irem em busca da jovem e de Thomas. O sequestrador muito bravo fala que estava quase resolvendo o problema e que voltaria em breve e que se Thomas não estivesse aonde ele havia deixado ela pagaria muito caro. Nervosa ela desliga o telefone e da meia volta. 

Na casa de Micheli a campainha toca, quebrando o silêncio, era Elisa, o sangue de Micheli ferveu, a vontade de falar algumas verdades veio até o meio da garganta, mas ela se conteve, acalmou-se e deu um sorriso para Elisa, convidou-a para entrar. Durante o jantar, Micheli fez o que prometeu para o detetive, conversou e depois de um tempo introduziu o assunto do sequestro, falou que exigiram 3 milhões de reais para o resgate. Rapidamente Eliza pergunta por que ainda não tinham pago o resgate, Micheli se conteve para não dar umas belas bofetadas na mulher a sua frente, mas respirou e respondeu, mesmo eu e meu marido sendo o 3° casal mais rico o dinheiro demora um pouco para sair, mas que estava com medo que o prazo expirasse sem que houvesse tempo para a liberação do dinheiro, depois de pouco tempo, Elisa falou que tinha que ir embora, Micheli levantou-se acompanhou-a até a porta. Após Elisa sair, Micheli correu até o telefone ligou para Tom e contou o que houve durante o jantar. Tom falou que havia descoberto um telefone próximo de onde iria dar a rota utilizada pelos sequestradores, era um comércio simples de beira de estrada, o dono comentou sobre ter visto uma van com pessoas de fora da cidade, mas ao ser questionado sobre uma mulher, disse que na van não havia nenhuma.

Enquanto isso Thaís e Thomas fogem desesperados pela floresta…

 

Próximo capitulo 15/11/2016

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s